Lençóis Maranhenses

Lencoes-Maranheses

A grande pedida é descer o Rio Preguiças, que margeia o Parque dos Lençóis até desembocar no Oceano Atlântico. A viagem pode ser em barco de linha, barco fretado ou em voadeiras. No trajeto, são obrigatórias as paradas para aproveitar tudo o que o lugar tem a oferecer: dunas, lagoas e paisagens de tirar o fôlego. Grandes atrações do percurso são as comunidades de Caburé, Atins e Mandacaru, com destaque, nesta última, para o farol, de onde se tem uma visão inigualável do Parque. Caburé e Atins contam com chalés onde é possível hospedar-se com comodidade.

Em Barreirinhas aproveite para comprar peças de artesanato local, feitos da palha da palmeira de buriti.

Visitas às lagoas Azul e Bonita devem estar incluídas no roteiro. Para a Lagoa Azul o transporte é carro de tração, percorrendo trilhas, passando por povoado e enfrentando desafios. A viagem de ida e volta leva duas horas, e a recompensa é garantida. O lugar é lindo e o banho pra lá de refrescante. A Lagoa Bonita fica um pouco mais longe, cerca de 30 quilômetros por trilhas. Sugere-se levar água e lanche para os passeios demorados.



Circuito dos Lagos – Esse roteiro é praticado a partir do mês de abril. É formado pelos lagos Santo Amaro, Guapiriba e Travosa. Constitui-se num dos mais belos passeios dos Lençóis Maranhenses, onde o visitante tem a oportunidade de contemplar toda a riqueza da flora e fauna aquáticas da região e, ainda manter contato com as Comunidades de Bebedouro, Boa Vista, São Francisco e Ponta Verde.

Circuito das Aves – É o passeio perfeito para os observadores de aves. A região conhecida como murici, concentra o maior ninhal de aves do Parque. Nele o visitante terá contato com a maior lagoa dos Grandes Lençóis, a lagoa das cabras. Para quem gosta de caminhadas é o mais importante passeio para o interior do Parque.

Circuito Oásis do Parque – É formado pelas Comunidades de Queimada dos Britos e Queimada dos Paulos. A região foi considerada pelo IBAMA como Zona Primitiva. Acredita-se terem sido os primeiros moradores do Parque. As maiores e mais belas dunas estão nesta região localizada no interior do Parque. Este passeio é realizado a pé, a cavalo ou mesmo de bicicleta.

Circuito Águas do Rio Alegre – Neste passeio o visitante tem a oportunidade de conhecer o rio Alegre e algumas Comunidades ribeirinhas do Parque. Após baixar o nível das águas, formam-se inúmeras praias fluviais entre Santo Amaro e Espigão. São diversos os locais de banho, como Barreira das Pacas, Pagão, Almoçador, Igarapé da Roça, Mosquitos, Mulundus e Ponta do Espigão. Suas águas transparentes proporcionam um banho gostoso e seguro para adultos e crianças.

Circuito Costa Leste – É um passeio realizado pelas maiores dunas do Parque, partindo-se da Ponta do lago Santo Amaro chega-se até as Praias dos grandes Lençóis, como a praia dos Carutos, praia da Salsa entre outras. São 70 quilômetros de praias desertas e semi-desertas. As mais belas lagoas do Parque estão nesse roteiro.

Circuito Litoral – Nesse passeio o visitante além de contemplar as belezas naturais da região, terá a oportunidade de conhecer uma das mais belas Comunidades do Parque que é o Povoado de Travosa e ainda conhecer o inicio do Parque na Barra da Baleia. A paisagem é formada por dunas, lagoas, mangues e matas de restinga.

Circuito do Cajueiro/Gaivota – É o mais rápido passeio aos atrativos do Parque. Integra as lagoas do Taquiri, da Serra, e Gaivota. Juntas formam o principal cartão de visitas dos Lençóis Maranhenses. Já serviu de cenário para filmes e comerciais.

Circuito Comunidades do Parque – São Francisco, Ponta Verde, Travosa e Betânia. Na Comunidade de Betânia é possível experimentar os tradicionais doces da Culinária Santo Amarense, como o doce de caju, murici e butiriti.
Fonte: Setur-MA.

Pacote Parnaíba Lençóis Maranheses 2 diase uma noite

 



RESERVA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>